5 Benefícios Incríveis da Crioterapia: Conheça a Técnica Revolucionária!

A crioterapia é uma terapia alternativa que está em alta, se popularizando a cada ano que passa. Algumas celebridades, como LeBron James e Shaquille O’Neal já relataram se beneficiarem do uso desta técnica. Ainda que ela possa parecer um modismo novo, o uso de baixas temperaturas como efeito analgésico, efeito terapêutico e efeito psicológico não é tão novo. Há séculos, as compressas de gelos e banhos de água fria são utilizados para estes fins.

definições

Por conta da popularização da técnica, a ciência veio estudando os verdadeiros benefícios da crioterapia. As evidências apontam que ela pode combater inflamações, aliviar dores e exterminar radicais livres.

O que é?

Nada mais é do que uma terapia onde há exposição do corpo a um ambiente extremamente gelado. Uma definição mais formal seria: “uma técnica que se vale de um líquido gelado para congelar e destruir células do corpo anormais que não deveriam estar ali“. Ela pode ser feita com nitrogênio líquido ou gás argônio.

Os benefícios são os diversos, ainda que boa parte não tenha (ainda) comprovação científica. Entre eles, poderíamos citar:

  • Diminuir inflamações;
  • Efeito analgésico;
  • Mudanças de estados psicológicos negativos para positivos;
  • Aumento da disposição física;
  • Estimulante para o emagrecimento;
  • Alívio de sintomas de osteoartrite, osteoporose, esclerose múltipla e artrite reumatoide;
  • Redução dos sintomas da asma;
  • Aumento da libido.

É bom salientar que a ciência ainda não comprovou a a crioterapia tem eficácia. Todavia, os estudos que já foram feitos mostram que os participantes sentiram um “bem-estar” e menos fadiga física após o procedimento.

Como ela funciona e como é feita?

Supõe-se que ela diminui inflamações e potencializa a circulação do sangue, liberando endorfinas entre os participantes.

Ela é feita dentro de uma cápsula vertical em formato de cilindro. O sujeito entra na cápsula onde somente a sua cabeça fica para fora e um gás felado é liberado dentro do cilindro. Dentro da máquina, o sujeito utiliza poucas roupas, geralmente sendo luvas e uma máscara para cobrir o nariz e a boca. Isso se dá para reduzir possíveis danos causados pelo frio.

É possível abrir a porta do cilindro antes do fim da sessão, se desejar.

O recomendado é que as sessões se repitam várias vezes no mesmo dia ou ao longo de semanas.

Agora que você entendeu o que é e como funciona, confira os potenciais benefícios desta técnica.

possíveis usos e benefícios

Reduzir Dores

Após uma lesão física ou após nos submetermos a um procedimento cirúrgico, podemos utilizar compressas de gelo para reduzir as dores e acelerar a recuperação. Por conta deste efeito, a crioterapia costuma ser utilizada para tratar dores musculares e recuperar lesões. Um estudo de 2017 mostrou que ela é eficiente para diminuir dores nos músculos de atletas – o mesmo estudo mostrou que a terapia não tinha efeitos colaterais.

Reduzir Inflamações

O mesmo estudo citado no benefício anterior indicou que a crioterapia pode diminuir inflamações. Porém, vale salientar que alguns pesquisadores acreditam que a crioterapia não é eficiente na redução de inflamações.

Melhorar o Humor

Os defensores da técnica argumentam que as baixas temperaturas estimulam a liberação de endorfinas, tornando o indivíduo que se submete ao procedimento mais feliz e com mais energia. Ainda que não existam evidências científicas deste benefício, parece plausível, dado que o frio libera norepinefrina e adrenalina. Todavia, vale dizer que o mesmo efeito pode ser adquirido tomando um banho gelado.

Reduzir a Fadiga

Relatos de indivíduos submetidos a este procedimento apontam para o fato dele reduzir a fadiga. Isso deve se dar pelo motivo anterior (a liberação de endorfinas) e também pelo aumento do fluxo sanguíneo. Acreditamos que, assim como o item anterior, este efeito pode ser usufruído através de um banho com água fria.

Emagrece?

É comum ver páginas na internet afirmando que a crioterapia teria o potencial de queimar a gordura corporal. Não há prova científica de que isso aconteça. O que há é algumas pesquisas que apontam que a exposição ao frio pode regular sutilmente o metabolismo e, por isso, contribuir na perda de gordura – ainda que seja uma baixa contribuição.

Se for verdade que ela melhora o humor, reduz a fadiga e reduz a dor, ela provavelmente nos torna mais ativos e, por isso, queimamos mais calorias. A consequência é que acabamos emagrecendo.

O que você acha sobre a crioterapia? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘mais saudáveis do mundo

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest