Lâmpada de Sal do Himalaia: Benefícios e Tutorial Passo a Passo Como Fazer!

Os místicos argumentam que o sal do Himalaia seja formado a partir de partículas originadas do primeiro mar a existir no planeta Terra. É fato que este sal apresenta diversos benefícios incríveis para a saúde de quem o consome. Mas e a lâmpada de sal do himalaia: você sabe o que ela é e para quê ela serve? Neste artigo, você vai sanar todas as suas dúvidas.

Eis uma lâmpada que funciona parecida a uma lâmpada comum, com a finalidade de nos dar luz a um ambiente escuro. Todavia, ela faz muito mais além de fornecer luz. Ela tem o potencial de reduzir a poluição dos grandes centros urbanos, neutralizar íons negativos e ondas eletromagnéticas suscitadas por aparelhos eletrônicos, além de aliviar parte dos sintomas de asmáticos, alérgicos e portadores de diversas outras doenças.

como ela funciona

Como ela funciona?

A lâmpada do sal do Himalaia é feita a partir de um bloco de sal do Himalaia esculpido artesanalmente. Estes blocos são extraídos de minas encontradas em Khewra, uma cidade paquistanesa. Qualquer lâmpada feita a partir de sal oriundo de outras regiões provavelmente é uma falsificação. A sua cor pode assumir desde um rosa clarinho até um laranja roseado que resultam da natureza do próprio sal. Dentro de tal bloco existe uma fonte de luz e calor. Sem tal fonte, é apenas um bloco de sal do Himalaia e nada mais.

O sal do Himalia funciona como um hidroscópico, o que significa que ele atrai moléculas de água para o seu interior. E é por conta deste processo hidroscópico que ela é conhecida por reduzir o mofo, as bactérias e alérgenos do ar. Ela o faz atraindo tais matérias e acumulando-as no bloco de sal.

Outro fato interessante do seu funcionamento é que só de observá-la, acesa, ocorre um processo terapêutico de relaxamento e redução de um quadro de ansiedade.

Eis algumas das propriedades comumente atribuídas a esta lâmpada:

  • Absorve bactérias do ambiente;
  • Age como um anti-inflamatório;
  • Absorve agentes patógenos do ar.

Confira os benefícios de forma mais detalhada abaixo.

Benefícios e Propriedades

Eis uma lista dos benefícios atribuídos a esta lâmpada:

  • Purifica o ar: eis uma das maiores razões que levam as pessoas a trocarem uma lâmpada comum por uma lâmpada do sal do Himalaia. Elas funcionam semelhante às plantas que purificam o ar, deixando-o mais limpo e agradável a respiração. O grande vilão do ar hoje, segundo a ciência, é o ozônio, que embora seja relacionado a espaços externos, também se encontra internamente em nossas casas e ambientes de trabalho. O efeito de retenção de poluentes desta lâmpada absorve parte do ozônio deixando o ar mais limpo;
  • Diminui ondas eletromagnéticas: o celular, o computador, a televisão e outros dispositivos eletrônicos emitem radiação eletromagnética. Essa radiação é invisível e causa diversos problemas a longo prazo. Alguns desses efeitos incluem cansaço crônico, estresse e enfraquecimento do sistema imunológico. Alguns estudos correlacionam essa exposição até mesmo a doenças como o câncer, a doença de Alzheimer e a demência. Uma das formas de evitar esta exposição constante é dar um passeio na natureza. Outra forma é utilizar uma lâmpada do sal do Himalaia, dado que ela emite íons negativos que anulam os íons positivos das ondas eletromagnéticas. Este balanceamento pode até mesmo prevenir infecções adquiridas por via aérea;
  • Reduz sintomas de asmáticos e alérgicos: boa parte dos inaladores utilizados por asmáticos e alérgicos tem, em sua composição, sal do Himalaia. Outra aplicação comum é entre portadores de doenças pulmonares crônicas no intuito de facilitar a respiração. A terapia com o sal do Himalaia foi testada cientificamente e comprovou resultados promissores: auxiliou em 85% dos casos de asma leve ou moderada, 75% dos casos de asma grave e 97% dos casos de bronquite e fibrose cística. Hoje, existem até mesmo spas que oferecem saunas com sal do Himalaia para reduzir os sintomas de tais patologias.
  • Melhora o humor e combate a insônia: segundo a cromoterapia, as cores podem ser utilizadas para aliviar sintomas da ansiedade. A cor laranja roseada desta lâmpada pode funcionar como um instrumento de cromoterapia e acalmar quem a observa. Outro fato é que a emissão de íons negativos da lâmpada funciona semelhante a uma cachoeira, podendo criar uma atmosfera relaxante que reduz a insônia e melhora o humor. Por fim, tais íons negativos emitidos pela lâmpada chegam ao sangue e promovem reações que potencializam a produção de serotonina, o neurotransmissor do bem estar. Por conta disso, esta lâmpada pode ser utilizada como terapia coadjuvante em quadros de ansiedade, depressão, estresse e insônia.

Lâmpada Verdadeira x Lâmpada Falsa

verdadeira x falsa

Agora que você conheceu os benefícios deste instrumento, você resolveu comprar. E como saber se você esta comprando uma lâmpada falsa ou uma verdadeira? Falsificações existem ao monte no mercado e, obviamente, não funcionam da forma com que a versão verdadeira funciona. Existem formas de identificar se a versão a ser comprada é falsa ou verdadeira. Confira uma lista de itens a considerar para identificar a verdadeira da falsa:

  • Lâmpadas falsas costumam ser feitas de sal comum. Por conta disso, elas são mais frágeis e podem quebrar com facilidade. O vendedor de lâmpadas falsas provavelmente não vai oferecer uma política clara de devolução do produto. Eis uma forma de identificar um golpista de um vendedor legítimo;
  • A durabilidade de uma lâmpada legítima é maior de uma lâmpada ilegítima, pelo motivo explicitado anteriormente;
  • Se a luz emitida pela lâmpada é muito brilhante, você deve desconfiar. A lâmpada legítima tem um brilho sutil. A sua função, lembramos, não é iluminar;
  • Existem lâmpadas legítimas na cor branca, mas são raríssimas. No geral, as verdadeiras tem um tom rosado ou laranja roseado. Desconfie de lojas que comercializam lâmpadas com o sal branco;
  • Como dito anteriormente, o sal do Himalaia legítimo vem de Khewra, no Paquistão. Qualquer sala originado em outra região significa que a lâmpada é falsa;
  • Desconfie de preços muito baratos. Embora ela não seja um produto caro, ela é feita com matéria prima importada. As réplicas costumam ter um preço menor do que o da original;
  • Por fim, se você não notou nenhum benefício ao utilizá-la, provavelmente você comprou um produto ilegítimo.

Aprenda como fazer a lâmpada de sal do himalaia passo a passo:

Você tem dúvidas? Compartilhe-as abaixo e lhe ajudaremos!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *