Você Conhece a Fruta Guapeva? Veja Propriedades e Benefícios!

A guapeva, Pouteria ramiflora Radlk, é uma fruta brasileira. Ela pode ser encontrada da Amazônia à Bahia. Também é conhecida como Abiurana-curriola-liso, pateiro,nhandiroba, jatobá, cipó-jatobá e fava-de-santo-inacio-falsa.

A fruta pode ser usada tanto na alimentação quanto na medicina popular. É muito usada no cerrado brasileiro, pelas famílias que vivem na zona rural da região.

Guapeva

A guapeva nasce espontaneamente em diversos ecossistemas do cerrado. Ela surge em campos sujos, cerradão, matas de galeria no Ceará, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Pará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rondônia, Rio de Janeiro, Piauí, Tocantins e São Paulo.

Guapeva é uma planta de crescimento lento e gosta de locais mais úmidos. Por isso, ela pode ser encontrada mais facilmente próximo a rios, igarapés e lagos. É uma árvore de grande porte, podendo atingir até trinta metros de altura.

As suas folhas são simples, espiraladas, medindo de 8 a 20 cm de comprimento e de 5 a 12 cm de largura. São inteiras e rijas semelhante ao couro, que ficam reunidas bem no ápice do ramo. Apresentam nervuras evidentes devido à diferença de cor, que é creme ou um tom esbranquiçado nas duas faces.

Ela frutifica de dezembro a janeiro. E seus frutos possuem a cor amarela. Após cortar os frutos, eles liberam um leite, que precisa ser lavado com água corrente. O fruto, depois de lavado, tem um sabor adocicado e apresenta uma polpa amarela e com uma textura bem macia.

do cerrado

As suas flores são melíferas, e aparecem entre abril e junho. Surgem aglomeradas nos ramos da planta que estão maduros. Os seus galhos possuem o diâmetro menor que 3 cm e não apresentam cabinhos.

As flores da guapeva medem entre 8 e 10 mm de altura, e possuem 4 pétalas entre 3 e 5 cm de diâmetro cada. A casca das flores não possui pelo, são na cor amarela esverdeada, apresentando polpa amarelada, com sabor de pequi bem doce, sem leite, e contendo somente uma semente lisa e clara.

Para Que Serve a Guapeva?

A guapeva pode ser consumida in natura, pode ser usada na produção de compotas, geleias, mousses, picolé, doces e sorvetes. E não é só isso! As sementes da fruta também podem ser usadas, após serem levemente torradas, para tratar icterícia e inflamação do fígado. As suas folhas podem ser usadas como carrapaticida. E o azeite feito das sementes da guapeva pode ser usado para tratar erisipela e reumatismo, além de ter propriedades purgativas também.

para que serve

Como se não bastasse, ela também pode ser usada na construção civil, em projetos paisagísticos, em acabamentos internos, e na fabricação de caibros, vigas e ripas.

Além da alimentação, a fruta da guapeva também pode ser usada na fabricação de cosméticos e na indústria farmacêutica, pois ela ajuda a prevenir doenças crônico-degenerativas, como o diabetes e o câncer, por exemplo.

Ou seja, é uma planta cheia de benefícios e que pode ser usada de diversas formas.

A Guapeva Está Em Extinção?

O crescente desmatamento pode contribuir para que essa espécie de planta entre em extinção. Como o cerrado é constantemente devastado para que se possam criar gado de corte, e para a plantação de cana-de-açúcar (para a produção do etanol), e para produzir soja, isso pode sim levar à extinção da guapeva. Inclusive, já está até difícil encontrar pés de guapeva.

Propriedades

De acordo com a medicina popular, a guapeva é muito benéfica para a saúde das pessoas, devido à sua ação antioxidante e anti-inflamatória. Porém, essas suas propriedades até então não haviam sido devidamente pesquisadas. A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) realizou um estudo pioneiro e confirmou que as frutas da guapeva realmente apresentam resultados positivos no que se refere ao seu potencial biológico.

A guapeva é uma das frutas que podem ser usadas pela indústria alimentícia para enriquecer os alimentos.

Além do mais, é possível retirar os seus compostos ativos e encapsulá-los, uma vez que eles, durante as pesquisas, não apresentaram nenhum nível toxicológico durante os testes dos extratos em animais.

Outro benefício muito importante é que as frutas do cerrado ajudariam a impedir o crescimento celular, ou seja, têm um efeito anticâncer. Ao aplicar extratos das frutas em várias células cancerígenas de humanos, observou-se que ele apresentava um alto potencial anticâncer.

propriedades da Guapeva

Cultivo: Como Plantar em Casa!

Durante a fase juvenil, a guapeva apresenta um crescimento bem lento. A planta aceita bem todo tipo de solo, desde que tenha uma textura um pouco arenosa. O solo pode ser adubado ou não. Mas deve ter uma boa drenagem.

A guapeva pode ser cultivada em qualquer região do Brasil, uma vez que ela suporta muito bem tanto as geadas, quanto os longos períodos de seca.

Em sol pleno, essa planta frutifica muito bem. Porém, no momento da floração e da formação dos frutos, é muito importante que não falte água.

Se o solo de cultivo for somente arenoso, a guapeva frutifica a cada dois anos. E ela começa a dar frutos entre 6 e 8 anos, dependendo do clima da região e dos tratos culturais.

Mudas: as sementes da guapeva são mais longas do que largas, de casca lisa e clara, e apresentam uma cicatriz no comprimento. As sementes medem 3 cm de comprimento por 1 cm de largura. Se forem secas, elas deixam de ser germinativas. Sendo assim, elas devem ser plantadas logo que forem retiradas da polpa.

Cada semente deve ser plantada individualmente. A germinação acontece entre 40 e 60 dias após o plantio. E o percentual de germinação é de 90% para as sementes frescas.

É importante que as mudas sejam formadas em sol pleno. Após 10 meses de vida, elas atingirão 30 cm de altura.

Cultivo: nos primeiros dois anos de vida, as mudas de guapeva não exigem cuidados especiais. Só é recomendado cobrir a superfície com um pouco de capim cortado, e cuidar para que nenhuma erva-daninha atrapalhe a planta.

É importante podar a planta no fim do inverno, para favorecer a sua formação, e eliminar brotos da base e o excesso de ramos.

Esse artigo foi útil? Deixe nos comentários o que você achou e sugestões.

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *