Semente de Cumaru: Benefícios, Propriedades e Cultivo [Ciência]

Conhecida mundialmente como fava tonka, as sementes de cumaru tem origem de uma árvore grande e nativa da nossa floresta amazônica.

Árvore grande, bonita e frondosa, com um imenso perfume e sementes que foram utilizadas pelos índios na confecção de colares e outros apetrechos.

Semente de Cumaru

Aromáticas, com cheiro adocicado que remete à baunilha, são deveras utilizadas em diversos cosméticos e na indústria do tabaco.

Seu nome científico verdadeiro é bem complexo e pouco conhecido, Coumarounaodorata.

A planta de cumaru pertence à família das leguminosas sendo conhecida também como:

  • Muirapaié;
  • Cumaru-do-amazonas;
  • Cumaru-amarelo;
  • Cumaruzeiro;
  • Umbaru.

A árvore que dá origem à semente é demasiadamente grande atingindo em alguns casos até 32 metros de altura com seu tronco chegando aos incríveis 60 metros de diâmetro.

A cor da sua casca pode variar entre o vermelho e o amarelo-claro-acinzentado, não sendo grossa, sendo possível inclusive arrancá-la com a unha.

A verdadeira árvore de cumaru gera um fruto onde a semente é conhecida como semente de cumaru.

Na antiguidade essas sementes eram bastante usadas entre os índios que a utilizavam para fazer colares, braceletes entre outros enfeites.

cultivo natural

Cultivo do cumaru

Sendo uma espécie exclusivamente brasileira, germina em quase todo o território nacional, porém é mais facilmente encontrada no Amazonas e no Mato Grosso.

Os troncos da árvore de cumaru são muito utilizados pela indústria moveleira. Visto que a sua madeira além de resistente é bastante bonita.

Dessa maneira, mesas, pisos e outros artigos da construção civil utilizam bastatnte os troncos da árvore de cumaru.

Pelo seu tamanho e beleza acaba sendo também bastante utilizada em áreas de reflorestamento.

na gastronomia

Semente de cumaru na culinária

No Brasil a semente de cumaru é muito pouco utilizada na culinária embora seja uma árvore nativa do nosso país.

Como somos grandes exportadores da semente, na Europa, mais precisamente na França, são comumente encontradas em lojas de especiarias.

Nos Estados Unidos por outro lado, a semente de cumaru não é muito bem vista na culinária visto que a cumarina pode ser considerada tóxica se ingerida em grandes quantidades.

Todavia, embora ainda seja pouco encontrada na culinária nacional, a semente vem ano após ano ganhando espaço entre os chefs, pois o cumaru tem praticamente o dobro de cumarina, que é a proteína que dá sabor à baunilha.

Dessa maneira, o ingrediente tem a mesma utilização que a baunilha, combinando com sobremesas, especialmente às que são feitas à base de leite.

Benefícios e propriedades

O Cumaru apresenta inúmeras propriedades particulares, mas podemos destacar entre as suas propriedades:

É também muito utilizada na medicina popular, especialmente entre benzedeiras, em forma de chá ou xarope para alívio de várias dores.

Existem incontáveis benefícios do cumaru, sendo que ao consumir o extrato o nosso organismo acaba retardando tanto a respiração quanto os movimentos cardíacos, funcionando dessa maneira como um anestésico natural.

Suas cascas também são muito utilizadas na medicina popular, para aliviar várias dores tais como:

  • Tosses;
  • Bronquites;
  • Enfisema pulmonar;
  • Úlceras;
  • Cólicas;
  • Aftas.

Entendemos desse modo que o cumaru possuí inúmeras propriedades e benefícios, indo desde a medicina popular, passando pela gastronomia e terminando na confecção de lindos móveis.

Como utilizar o fruto do cumaru

Devido ao imenso perfume que emite conhecido como perfume da fava, o fruto de cumaru acaba sendo utilizado para perfumar:

  • Cigarros;
  • Rapé;
  • Chocolates;
  • Bebidas.

Substitui perfeitamente a baunilha e tem uma excelente aceitação pela indústria.

Pode-se obter da semente um óleo bastante útil para curar as famosas úlceras de boca.

Era bastante utilizado nas tribos indígenas como tônico do couro cabeludo entre outras utilidades.

As sementes podem ser fermentadas e utilizadas para picadas de cobra, cortes na pele, contusões, tosses e reumatismo.

Na medicina herbal é bastante considerado por possuir propriedades antiespasmódico, cardiotônico e ações antiasmáticas.

Por se adaptar facilmente em qualquer temperatura e nos mais variados tipos de solo, a árvore é bastante utilizada em áreas de reflorestamento.

Como preparar um chá de cumaru

Aí vai uma receita tipicamente brasileira.

Para preparar o chá de cumaru, você precisará de uma xícara de entrecasca quebrada em pequenos pedaços para cada copo de água.

Depois, coloque as entrecascas para ferver por aproximadamente cinco minutos.

Desligue o fogão e coloque o chá em um recipiente fechado por mais cinco minutos aproximadamente.

Feito isso coe bem, adoce com mel e está pronto para ser consumido.

Esse chá é bastante indicado para quem está com tosse, bronquite ou gripe, e deve ser consumida meia xícara em uma temperatura morna três vezes ao dia.

Entretanto, lembre-se sempre de consultar um médico caso o problema persista e evite todo modo a auto medicação.

onde encontro

Onde encontro o cumaru?

Sendo de origem amazônica e ainda pouco conhecida na nossa culinária, nas regiões sul e sudeste são bem raros e difíceis de serem encontrados.

As sementes em sua maioria seguem para exportação principalmente para Europa sendo pouco comercializadas no mercado interno.

Provavelmente podem ser encontradas em feiras livres, mercados municipais ou até mesmo em sites especializados em comercializar sementes e mudas de plantas.

Mas, é importante salientar, que mesmo podendo ser encontrada em feiras livres e mercados municipais, é bastante escassa na região sul do nosso país, sendo que mesmo nesses locais poderão não ser encontradas facilmente.

Você já conhecia a semente de cumaru?

Embora seja típica da nossa floresta amazônica a semente de cumaru é bem pouco utilizada e conhecida em nosso país.

Restringe-se à medicina popular, sendo pouco utilizada em nossa culinária.

A verdade que o seu aroma de baunilha pode dar um sabor especial nas refeições, principalmente em sobremesas à base de leite.

Como praticamente todas as sementes que produzimos são exportadas, não é de se espantar que na Europa a semente seja mais conhecida que no Brasil.

Mas a verdade incontestável, é que em poucos anos ela assim como o Açaí se popularizará por todo o país.

Com seu aroma de baunilha muitos Chefs brasileiros já vem incorporando a semente de cumaru em seus refinados cardápios.

Gostou de conhecer sobre a semente de cumaru? Deixe seus comentários, suas dicas, sugestões e compartilhe o conhecimento.

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *