O que é Aromaterapia? CONHEÇA os 9 Benefícios para a Saúde!

Há uma popularização de tratamentos alternativos no Brasil. Isso se deu tanto pela popularização de centros de massagem, academias de yoga, spas e consultórios de naturalistas, quanto pela busca de tratamentos baratos, sustentáveis, naturais e eficientes para tratar os mais diversos males. A aromaterapia é um desses tratamentos terapêuticos alternativos que vem se popularizando. Você sabe o que é aromaterapia, exatamente?

Aromaterapia é o uso medicinal e terapêutico dos aromas. Tais aromas são difundidos através de óleos essenciais, que são produzidos a partir de árvores, plantas, flores, ervas e raízes. Embora seja uma terapia dita alternativa, ela vem sendo estudada exaustivamente pela ciência e os seus benefícios vem sendo comprovados por diversos estudos. Os aromas costumam produzir melhoras no bem estar físico, emocional e espiritual.

benefícios de aromas

Embora a aromaterapia tem se popularizado recentemente, ela tem mais de 5.000 anos de história. Diversas culturas a utilizavam para os mais diversos fins. Os curandeiros de medicinas tradicionais a utilizavam por seus efeitos antibacterianos, anti-inflamatórios, analgésicos e relaxantes. Os seus usos variam. É utilizada como um poderoso analgésico natural, para combater a ansiedade, para diminuir os níveis de estresse, para aliviar os sintomas da depressão e até mesmo como tratamento paralelo para os sintomas do câncer.

Nas lojas virtuais de óleos essenciais, é possível encontrar mais de 100 tipos diferentes deles, ainda que existam muitos. Os mais populares é o óleo de lavanda, o óleo de hortelã-pimenta, o óleo de eucalipto, entre outros.

Os óleos costumam ser inalados ou aplicados topicamente na pele. Confira alguns fatos que explicam o funcionamento de tais óleos:

  • As plantas, árvores, flores, raízes, etc. são ricas em agentes químicos que podem defender o organismo de bactérias e vírus.
  • A matéria prima dos óleos essenciais são extraídos de plantas e ervas pelo o processo de destilação. A seguir, tal extrato é misturado com álcool para preservar as suas substâncias por mais tempo.
  • Por serem intensos, os óleos essenciais costumam ser misturados com um óleo transportador. Os mais comuns são: óleo de amêndoa, óleo de jojoba e óleo de coco. Isso é feito principalmente quando aplicados na pele.

Como Usar

Eis as formas de se utilizar óleos essenciais:

  • Difusão do seu aroma através de um difusor ou mesmo da aplicação do óleo no ambiente;
  • Inalação do óleo através de um recipiente ou uma toalha;
  • Massagem terapêutica que usa óleos essenciais topicamente;
  • Um banho de banheira com aplicação do óleo na água;
  • O uso tópico dos olhos (aplicados diretamente na pele juntamente com um óleo transportador).

Matéria Prima

Eis as matérias primas mais comuns dos óleos essenciais:

  • Ervas (alecrim, tomilho, orégano, hortelã)
  • Folhas (como do Eucalipto)
  • Gramíneas (como a erva-cidreira)
  • Sementes de funcho
  • Raspas de frutas (laranja, tangerina, limão, etc.)
  • Flores (rosas, gerânio, etc.)
  • Madeira e casca de árvores (cedro, pinho, etc.)
  • Raízes (gengibre)
  • Etc.

Quais são os benefícios e usos?

Quais são os benefícios e usos

A aromaterapia pode ser utilizada no tratamento dos seguintes males e condições:

  • Estresse
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Insônia
  • Dores musculares
  • Dores nas articulações
  • Infecções respiratórias
  • Sintomas da TPM
  • Sintomas da menopausa
  • Problemas de pele
  • Celulite
  • Acne
  • Sintomas do câncer
  • Fadiga física
  • Fadiga mental

Os seus efeitos são sedativos ou estimulantes, de acordo com o óleo. A aromaterapia age positivamente no sistema imunológico e no sistema nervoso central. É interessante ressaltar que a eficiência dos tratamentos com aromas depende diretamente da qualidade dos óleos utilizados (boa parte utiliza ingredientes sintéticos ou fragrâncias que não se comparam com os ingredientes naturais).

Confira mais sobre os benefícios:

Relaxamento

Se você sofre de ansiedade e de estresse, pode se beneficiar da aromaterapia. Principalmente utilizando óleos como o óleo de camomila e o óleo de lavanda. Isso se dá pelo fato do aroma destes óleos suscitarem um efeito calmante no sistema nervoso simpático, acalmando a hiperventilação (respiração inadequada que causa os sintomas da ansiedade) e reduzindo a velocidade dos batimentos cardíacos (acelerados em circunstâncias de ansiedade e estresse). Um estudo do Journal of Advanced Nursing mostrou que a aromaterapia poderia melhorar o humor e reduzir o sintomas da ansiedade.

Para utilizar a aromaterapia visando este fim, basta adicionar algumas gotinhas de um óleo essencial relaxante na sua banheira (combine com sal de epsom). Caso você não toma banho de banheira, pode adicionar o óleo desejado no seu difusor de aromas.

Insônia

A insônia é uma dificuldade em cair no sono que atinge muitos brasileiros. Você pode evitar alguns alimentos para combater a insônia, como pode utilizar a aromaterapia. Os óleos essenciais de lavanda, camomila e rosas são excelentes para combater a insônia. Eles agem acalmando você e o deixando mais sonolento.

Para utilizar a aromaterapia visando combater a insônia, basta difundir óleos essenciais por via de um difusor ou uma vela de aromaterapia.

Problemas Respiratórios

Se você sofre que tosse, espirros, congestão, bronquite, rinite, etc., os óleos essenciais podem te ajudar a amenizar os sintomas. Isso se dá porque alguns óleos tem propriedades anti-sépticas, que exterminam fungos, bactérias e vírus causadores de problemas respiratórios.

Para utilizar a aromaterapia visando combater problemas respiratórios, utilize óleos cítricos (laranja ou limão, preferencialmente) em um difusor ou vela de aromaterapia.

aromaterapia

Saúde da Pele

Citamos, acima, que é possível fazer o uso tópico dos óleos aromáticos. Como eles costumam ter o extrato de recursos naturais em grande concentração, eles podem ser utilizados para diversos problemas como diminuir espinhas, combater a caspa, reduzir a celulite, combater inflamações, aliviar picadas e queimaduras, acelerar a cicatrização de machucados, etc. O óleo mais comum para tratar problemas de pele é o óleo de melaleuca, por ser rico em agentes que exterminam bactérias, vírus, micróbios e fungos.

Para a acne, utilize o óleo de lavanda, o óleo de sálvia, o óleo de limão e o óleo de laranja.

Dor e Inflamação

Para se valer do efeito analgésico da aromaterapia, o ideal é fazer uma combinação de óleos essenciais. Para dor em músculos e articulações, você pode utilizar o óleo de gengibre, o óleo de açafrão e o óleo de laranja. Para combater dores de cabeça, você pode utilizar o óleo de alecrim, o óleo de hortelã-pimenta e o óleo de incenso.

Cansaço

A aromaterapia pode ser utilizada para combater o cansaço, que é um dos principais sintomas da depressão. Ela ativa um estado de alerta e concentração, melhorando o humor de modo geral. Você pode utilizar o óleo de lavanda e o óleo de alecrim para este fim.

Como você costuma utilizar os óleos essenciais? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘mais saudáveis do mundo

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest