Água de Gengibre: Benefícios, Efeitos Colaterais e Receita Passo a Passo

O gengibre esta entre os remédios naturais mais populares de todo o mundo. Ele surgiu, originalmente, na medicina asiática. Isso porque a sua origem está no sudeste da Ásia. As suas propriedades medicinais logo se tornaram explícitas e isso o popularizou como superalimento por todo o mundo, utilizado não só para tratar enfermidades como para elevar a qualidade de vida de modo geral.

Ele pode ser consumido de diversas formas. Pode ser utilizado como um tempero, pode ser utilizado na produção de chás, pode ser adicionado a um suco, pode ser consumido sob forma cristalizada, enfim, há diversos formas de consumir que atende a todos os gostos. Nesse guia, vamos falar sobre uma delas que vem ganhando popularidade: a água de gengibre.

Você vai aprender os usos, aplicações, benefícios e, de bônus, uma receita passo a passo muito simples e fácil para fazê-la na sua casa.

Para que ela serve?

Para que ela serve?

Eis algumas das aplicações mais comuns da água de gengibre:

  • Combate a inflamações: uma inflamação nada mais é do que uma forma do corpo lidar com um problema gerado por bactérias, germes, substâncias tóxicas ou até mesmo uma alimentação desequilibrada. Um estudo científico demonstrou que o gengibre tem um enorme potencial de diminuir reações alérgicas, diminuindo inflamações. Outro estudo demonstrou que praticantes de exercícios de alta intensidade relataram menos dores musculares após um treino pesado de hipertrofia (a dor muscular nada mais é do que uma forma de inflamação);
  • Um poderoso detox: o estresse oxidativo é algo natural do organismo, que danifica as células e causa o envelhecimento. Todavia, alguns hábitos modernos como o consumo de bebidas alcoólicas, drogas e estresse pode potencializar o estresse oxidativo. Uma das formas de desacelerar isso é consumir alimentos desintoxicantes. O gengibre é um deles;
  • Eficiente contra indigestão: se você sobre com indigestão, vômitos e náuseas, a água de gengibre pode ser uma excelente aliada. Todavia, não há estudos científicos explicando exatamente como isso funciona. O fato é que funciona. Experimente;
  • Controle do colesterol: um estudo recente demonstrou que o gengibre pode aumentar o colesterol bom e diminuir o colesterol ruim;
  • Emagrecimento: se você luta com a balança, a água de gengibre pode ser uma poderosa aliada, somado a uma boa dieta e a prática de exercícios físicos visando a queima de calorias. Um estudo feito com camundongos demonstrou o potencial do gengibre de reduzir a gordura. Outro estudo, dessa vez feito com humanos, mostrou que ele aumentava a sensação de saciedade, o que, por consequência, nos faz ingerir menos calorias;
  • Hidratação: uma das vantagens de tomar água de gengibre é a hidratação. O nosso corpo é composto por 70% de água, o que a faz essencial para o funcionamento de diversas atividades do organismo;

Efeitos Colaterais e Contraindicações

Efeitos Colaterais e Contraindicações

Qualquer alimento, erva, suplemento, semente, planta, etc. pode ter algum efeito colateral. Com o gengibre não é diferente e todos os colaterais e contraindicações ligados a ele se estendem para a água de gengibre. A notícia boa é que esses efeitos são considerados raríssimos pelos especiais de saúde. Eles ocorrem principalmente quando o consumo é exagerado.

Os seus sintomas incluem:

  • Acidez;
  • Gases;
  • Dor de estômago;
  • Queimação na boca.

A quantidade segura de consumo de gengibre é de no máximo 4 gramas por dia.

Portadores de algumas enfermidades como doenças do coração, diabetes e pedra nos rins devem consultar um médico antes de iniciar o consumo do gengibre. Outros grupos que devem consultar um especialista na área da saúde são gestantes, lactantes e pessoas que farão uma cirurgia em breve.

É seguro na gravidez?

É seguro na gravidez?

Alguns estudos demonstraram que o gengibre pode auxiliar a amenizar sintomas da gestão, como náuseas e vômitos. Todavia, muitos deles demonstraram a possibilidade de existir riscos em seu consumo. A ciência não tem uma resposta definitiva para tal questão. Sempre consulte o seu médico para saber o que você pode ou não comer na gestação. Existem algumas formas de amenizar as náuseas durante esse período, como ingerir alimentos menores, com regularidade; evitar alimentos muito gordurosos ou condimentados; dormir bem; e, por fim, hidratar-se.

Água de Gengibre funciona como Detox?

Desintoxicação nada mais é o processo de eliminar toxinas presentes no organismo. É possível utilizar a água de gengibre para tal, principalmente misturada com algumas gotinhas de limão. O gengibre é um poderoso anti-inflamatório natural, além de antibacteriano e antifúngico.

Receita Passo a Passo

É possível você mesmo fazer a sua água de gengibre. É muito fácil e rápido, podendo ser feita e estocada na geladeira para o consumo diário.

Receita Passo a Passo

Siga o seguinte passo a passo para fazê-la:

  1. Enxágue a raiz de modo a lavá-la bem, retirando todos os resquícios de terra;
  2. Utilize um ralador para ralar a quantidade de meia colher de gengibre;
  3. Ferva quatro xícaras de água limpa em uma panela;
  4. Ao notar que a panela começou a borbulhar, adicione o gengibre já ralado na panela;
  5. Retire a panela do fogo após alguns minutos. Aguarde por cerca de 10 minutos para que a água absorva as propriedades do gengibre;
  6. Passe a água em uma peneira de modo a separar o gengibre do líquido;
  7. Beba o líquido (morno ou frio, de acordo com seu gosto).
Dica
Se você não achar o gosto agradável, adicione uma colher de mel ou esprema meio limão para amenizar o sabor.

Caso você queira consumir todos os dias, você pode fazer a receita em quantidades maiores e estocar ela na geladeira, em uma garrafa limpa. É recomendável não passar de 3 gramas consumidas por dia. Gestantes e crianças devem consultar um médico antes de ingerirem.

Concluímos que a água de gengibre pode ser uma excelente pedida para a sua saúde, atuando como um poderoso detox e prevenindo diversas doenças. O gengibre é um alimento barato e tem diversas aplicações medicinais, além de servir como excelente tempero para muitos pratos da culinária oriental. Os efeitos colaterais de seu consumo podem ocorrer quando consumido em exagero. Alguns grupos devem consultar um médico antes de iniciar o uso, como gestantes, lactantes, crianças e pessoas com alguns problemas específicos de saúde.

Você tem alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *