Cúrcuma: Benefícios, Propriedades Medicinais e Contra-indicações

Você sabe o que é a Cúrcuma? Já ouviu falar?

A cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, embora carregue esse mesmo nome não pode ser confundida com o Açafrão.

Ambas as plantas são completamente diferentes uma da outra, mesmo que possuam bastante semelhança em seus benefícios é importante saber definir e diferenciá-las.

Você já deve ter visto ou até mesmo provado aquelas famosas especiarias indianas não é mesmo, de cor amarelada, aroma e sabor característicos.

para uso na sua saúde

A cúrcuma nada mais é que a planta ou tempero que dá essa cor para a famosa especiaria indiana.

Na índia ela transcende o tempo e é usada desde as tribos indígenas mais milenares tanto quanto especiaria quanto como erva medicinal.

Já no país do tio Sam, que costuma consumir bastante fast food, ela é usada no preparo dos tradicionais molhos de mostarda no país.

Recentemente, alguns estudos apontaram o que as milenares tribos indianas já sabiam, a cúrcuma possui substâncias com propriedades medicinais.

Esses compostos denominados curcumóides onde o mais importante é a curcumina, possuem efeitos antiinflamatórios potentes podendo também ser considerados um eficiente antioxidante.

Mas, afinal o que é a Cúrcuma?

o que é

Uma planta herbácea da família do gengibre, tendo como nome científico Curcuma Longa.

Popularmente a cúrcuma possuí diversos nomes, e talvez você já tenha ouvido falar dela através de alguns desses nomes:

  • Açafrão-da-terra;
  • Turmérico;
  • Raiz-de-sol;
  • Açafrão-da-índia;
  • Açafroa;
  • Gengibre amarelo.

Sendo de origem asiática, se popularizou mais precisamente na Índia e Indonésia, e a cor amarela que transfere para os alimentos é sua principal característica.

Desse modo, a cúrcuma traz um sabor bem próprio e característico, picante e amargo com uma leve fragrância que lembra o gengibre e a laranja.

mais saudáveis do mundo

Sua raiz também conhecida como rizoma é bastante utilizada como antiinflamatório nas medicinas chinesa e indiana.

Em virtude da sua cor alaranjada, foi bastante utilizado no decorrer da história asiática como condimento, corante têxtil e remédio.

O rizoma (sua raiz) possui a cor alaranjada em seu interior, e em sua superfície apresenta-se com uma cor mais acinzentada.

Através da moagem da raiz seca é onde se extraí o pó.

Em Resumo

em resumo

Resumidamente, a curcumina é o principal ingrediente ativo da Cúrcuma.

Podemos defini-la como sendo um pigmento fenólico, com um sabor ligeiramente amargo e picante com um cheiro que remete à mostarda.

É ela que dá a propriedade antiinflamatória, e o caráter preventivo da prevenção ao câncer da planta.

Embora no ocidente os estudos ainda estejam em fase inicial, a respeito dos benefícios que a curcumina pode ter sobre o câncer, em países como a Índia e Sri Lanka, onde o seu consumo é mais frequente, a incidência de câncer de colo, útero, próstata e pulmões são infinitamente menor que em outros países.

Quais são os benefícios?

Cúrcuma

Como pudemos ver a cúrcuma traz diversos benefícios.

Além de dar aroma e sabor nos alimentos possuí propriedades medicinais características, sendo que se alimentando dela você pode inclusive substituir medicamentos por esse alimento.

  • Nesse sentido, a cúrcuma pode substituir:
  • As estatinas que controlam o colesterol;
  • Os corticosteróides;
  • Alguns antidepressivos;
  • Inúmeros antiinflamatórios;
  • Anticoagulantes;
  • Remédios quimioterápicos;
  • Remédios de controle de diabetes.

Outro aspecto bastante interessante da planta, é que, com apenas uma colher de chá diária, ela pode melhorar substancialmente inúmeros aspectos da nossa saúde.

Para exemplificar os benefícios da curcuma no nosso corpo, podemos citar:

  • Diminuição das dores – Possuindo ação antiinflamatória, alivia os sintomas causados por algumas doenças, diminuindo bastante as dores.
  • Benefícios ao coração – Um dos princípios ativos encontrados na Cúrcuma, a curcumina, é responsável por limpar as artérias prevenindo a coagulação de sangue, removendo placas e melhorando a circulação.
  • Age contra o câncer – Alguns estudos comprovam que a curcumina tem uma excelente ação no combate ao câncer, principalmente no estômago, nas mamas e ovário.
  • Turbina o cérebro – Com propriedades neuroprotetoras a curcumina desempenha uma excelente função na prevenção de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e o Parkison.
  • Auxílio na digestão – Comprovadamente ela também melhora a digestão, no entanto, não é indicada para quem apresenta problemas com inflamação na vesícula biliar.
  • Evita artrite rematóide – Com um grande poder antiinflamatório, uma das características da cúrcuma é combater a artrite rematóide através do seu consumo frequente.
  • Traz o bom humor – Substituindo alguns remédios antidepressivos como já mencionado anteriormente, se consumida com regularidade, ajuda a trazer o bom humor.

Inegavelmente os benefícios que a cúrcuma proporciona são imensos, e é por essa razão que deve passar a fazer parte do seu cotidiano.

Como consumo a cúrcuma?

como consumir

Segundo alguns especialistas, o consumo médio diário deve ser de 3 gramas, aproximadamente uma colher de chá.

Ela pode ser utilizada no preparo de vários alimentos, como arroz, feijão, saladas, caldos, entre outros.

Embora apresente inúmeros benefícios comprovados à saúde, existem pessoas que evitam o consumo por não gostarem do seu sabor.

Desse modo, os nortes americanos decidiram criar os suplementos de cúrcuma, que logo chegou ao nosso país expandindo-se rapidamente.

Mas é importante ter em mente, que para consumir a Cúrcuma em forma de cápsula é importante consultar um médico antes.

Pois o profissional da saúde irá através da sua avaliação prescrever a quantidade correta de consumo, assim como indicar um produto com qualidade.

Existe conta-indicações e efeitos colaterais?

efeitos colaterais

Como todo e qualquer produto, sempre há as contra indicações, principalmente em se tratando de consumo em excesso.

Dessa maneira, consumir excessivamente a planta pode causar alguns males ao invés de benefícios, tais como náuseas, indigestão, dores no estômago e até mesmo gases.

Existem também contra indicações para algumas situações específicas, tais como:

  • Gravidez ou amamentação – Mulheres grávidas ou amamentando devem evitar o seu consumo, pois a planta pode causar problemas digestivos que levam ao aborto.
  • Cirurgias – Para quem vai passar por alguma cirurgia é imprescindível evitar o consumo alguns dias antes e depois.
  • Doenças no fígado – Embora seja benéfica para alguns problemas do fígado, a cúrcuma é contra indicada para doenças hepáticas graves, podendo piorar a situação.
  • Alergias gerais – Pessoas alérgicas ao pó podem sofrer dermatite de contato, sendo necessário dessa forma evitar o consumo.
  • Medicamentos anticoagulantes – Para quem está tomando algum tipo de medicamento anticoagulante, como aspirina é importante evitar o consumo da cúrcuma, pois ela pode interagir negativamente com esses medicamentos provocando hemorragias e hematomas.

Gostou das nossas dicas?

Você já conhecia a cúrcuma? Sabia dos imensos benefícios que ela podia trazer para sua saúde?

Conhecer novos alimentos, ainda mais quando são saudáveis para nossa saúde sempre é muito válido.

Como pudemos ver, a cúrcuma traz imensos benefícios à saúde se consumida de forma correta, inclusive com características medicinais.

Podendo ser encontrada facilmente em feiras e mercados, traz um sabor inusitado, e para quem gosta de alimentos picantes é uma excelente iguaria.

Sendo bastante difundida no oriente, principalmente na Ásia, além de combater o câncer traz inúmeros benefícios a nossa saúde, além é claro, de apimentar nossa mesa.

Gostou dessas dicas? Deixe seu comentário, suas sugestões e nos ajude a difundir esse conhecimento.

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *