7 MELHORES Óleos Essenciais para Ansiosos: Alivie a Ansiedade!

O uso medicinal de óleos essenciais é mais antigo do que você pode imaginar. Até mesmo a Bíblia relata o seu uso, como no nascimento de Cristo, onde ele foi ungido com incenso e mirra. São diversas as culturas antigas que utilizaram tais extratos oleosos para a cura de diversas condições de saúde e para o uso terapêutico. A grande vantagem do uso de óleo essenciais é que eles apresentam poucos ou nenhum efeito colateral. Eles são naturais, extraídos de flores, plantas, raízes e cascas. Neste guia, você vai conhecer os melhores óleos essências para aliviar a ansiedade.

Um estudo produzido pelo Colégio Americano de Ciência da Saúde, feito no ano de 2014, observou pacientes que utilizavam óleo de amêndoa doce em massagens para dor e depressão. A conclusão foi que o uso dos óleos se mostrou mais eficiente que a massagem sozinha. Eles podem ser aplicados não só para dor e depressão, como também para ansiedade, estresse e outras condições de saúde.

Abaixo, selecionamos os sete melhores óleos essenciais para pessoas ansiosas.

Óleo de Lavanda

o que utilizar para acne

Eis um dos óleos mais utilizados na aromaterapia. Os seus efeitos são incríveis. Ele funciona como calmante e relaxante, restaurando o sistema nervoso. Ele pode ser aplicado para a aromaterapia das seguintes condições:

Ele pode ser utilizado tanto topicamente como por via de cápsulas. Um estudo científico envolvendo a ingestão de cápsulas de óleo essencial de lavanda demonstrou que ele reduz os batimentos cardíacos, acalmando quem sofre de ansiedade. Eis um poderoso ansiolítico natural.

Óleo de Rosa Damascena

óleos essenciais para ansiedade

Depois do óleo essencial de lavanda, este é o segundo óleo mais utilizado em terapias naturais para a ansiedade e a depressão. Ele também pode ajudar pessoas que sofrem com ataques de pânico, pessoas enlutadas e em estado de choque.

Um estudo publicado em uma revista científica iraniana demonstrou que apenas 10 minutos de inalação do aroma do óleo de rosa damascena foi capaz de reduzir a ansiedade significativamente, aumentando os níveis de serotonina.

Óleo de Vetiver

Eis outra opção, menos conhecida que as anteriores, mas igualmente eficiente no tratamento natural para a ansiedade. Ele atua como um poderoso tranquilizador, geralmente utilizado em pessoas que passaram por grandes traumas. O seu potencial é o de reduzir a agitação, a irritação e acalmar o organismo. Se você sofre de ataques de pânico, eis uma excelente pedida.

Ainda que exista um estudo comprovando a sua eficácia para a ansiedade (publicado no renomado Natural Product Research), é necessário ainda mais estudos para uma conclusão científica da eficiência de seu uso.

Óleo de Ylang Ylang 

Com nome quase que impronunciável, esta especiaria é utilizada no tratamento de ansiedade e depressão. Ele tem efeitos calmantes e pode ajudar a melhorar o seu humor. Os seus efeitos fisiológicos vão de acalmar palpitações cardíacas até mesmo causar sono, o que o faz uma boa pedida para aqueles que sofrem de insônia.

No ano de 2006, foi feito um estudo pelo Goechang Provincial College sobre a eficiência deste óleo. O estudo misturou o óleo de ylang ylang com óleo de bergamota e óleo de lavanda. Os pacientes que utilizaram este mix tiveram uma considerável redução nos níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

Porém, o uso deste óleo tem duas contraindicações. Algumas pessoas podem manifestar alergia ou irritação ao aplicá-lo na pele. Por isso, você deve fazer um teste em uma pequena região da pele e observar os efeitos colaterais antes de iniciar um uso intenso do mesmo. A segunda contraindicação é para pessoas que tem pressão baixa.

Óleo de Bergamota

para todos os gostos

Eis um poderoso calmante natural, energético, que pode ser utilizado em quadros de depressão e ansiedade. Embora o seu uso seja relativamente seguro, a bergamota tem uma propriedade fotossensibilizante, o que a faz deixar a sua pele mais suscetível aos danos dos raios UV (do sol). Por conta disso, ao utilizá-lo você deve evitar se expôr ao sol sob risco de queimaduras.

Óleo de Camomila

feito com a essência

Muitos sabem do potencial do chá de camomila para acalmar a ansiedade. Porém, poucos sabem que o óleo do extrato de camomila pode ser utilizado pelo mesmo propósito. Além de muito cheiroso, ele age como um calmante natural, reduzindo o estresse, a ansiedade e os sintomas da depressão.

Um estudo feito na Escola de Medicina da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, demonstrou que este óleo essencial é um poderoso ansiolítico para tratar os sintomas da depressão e da ansiedade.

O seu uso é relativamente seguro. Só deve ser evitado por pessoas que têm alergia a tília, um componente da camomila.

Óleo de Incenso

benefícios para ansiedade

Como dito na introdução, Jesus Cristo, quando nasceu, foi ungido em óleo de incenso. Ele é uma opção excelente e sem colaterais para o tratamento da depressão e da ansiedade. Seu efeito é de acalmar o organismo, tranquilizar a mente e amenizar os sintomas de pânico.

Para usá-lo, é interessante misturá-lo com óleo de lavanda em uma proporção de um para um para melhores resultados.

Como Usar os Óleos?

Há três formas de utilizar óleos essenciais. São elas:

  1. Aromaterapia: através de sentir os seus aromas;
  2. Ingestão: através da ingestão de cápsulas contendo tais óleos;
  3. Topicamente: através da aplicação na pele com massagens.

Vamos entender melhor cada um dos três usos abaixo.

Aromaterapia

benefícios de aromas

O olfato é um gatilho poderoso para respostas emocionais. Todos os aromas sentidos são processados na região límbica do cérebro, que é a área de processamento emocional. Por conta disso, a aromaterapia é excelente para o tratamento de condições de ordem mental.

Ao inalar um aroma, as moléculas passeiam pelas cavidades do seu nariz disparando um gatilho na região límbica do cérebro. Tal estímulo tem o potencial de acalmar, energizar, modificar os batimentos cardíacos, atenuar a velocidade da respiração, produzir hormônios, reduzir a produção de hormônios e até modificar a sua pressão arterial.

A grande vantagem da aromaterapia é que ela propõe um conjunto de opções para utilizá-la. Você pode inalar o óleo diretamente, utilizá-lo em sua banheira de banho, aplicá-lo em um vaporizador, ventilá-lo, utilizá-lo em um perfume ou mesmo em um difusor de aromaterapia.

Existem difusores elétricos de aromaterapia que podem ser encontrados facilmente na internet. Como também existem as velas de aromaterapia que costumam ser opções mais baratas.

Ingestão Oral

como é feito

Não são todos os óleos essenciais que são seguros para a ingestão oral. Apenas uma parte o são, e devem ser puros para tal. Geralmente, você encontrará em seu rótulo se é permitida a ingestão oral e as quantidades recomendadas para tal. Todavia, sempre é válido consulta o seu médico sobre o uso.

A ingestão oral costuma ser feita de duas formas: a primeira é aplicando duas gotinhas ou mais (dependendo do uso e do óleo) na parte inferior da língua; a segunda é diluindo as gotinhas em um copo de água e tomando-a.

Há uma terceira forma que pode facilitar a vida de muita gente: a ingestão de cápsulas contendo tais óleos.

Uso Tópico

propriedades de rícino

O uso tópico nada mais é do que a aplicação do óleo na sua pele, cabelo, boca, unhas, dentes, etc. Essa forma funciona porque eles penetram na sua pele. Porém, há um conjunto de ressalvas a se fazer sobre o uso tópico. Primeiramente, você deve sempre misturar o óleo essencial com um óleo transportador (os mais utilizados são óleo de amêndoa, óleo de coco, óleo de jojoba e azeite). Em segundo lugar, algumas pessoas podem apresentar alergias aos compostos de alguns óleos. Por conta disso, é essencial fazer um teste em uma pequena região da pele para observar possíveis reações alérgicas ou irritações.

Você ficou com dúvidas? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *