6 Melhores Tratamentos Naturais para a Ansiedade Segundo a Ciência

A internet esta repleta de tratamentos caseiros e naturais para a ansiedade. Todavia, como as opções são diversas e muitas sem fontes científicas, é muito difícil escolher qual tratamento você deve apostar. Este guia apresenta os tratamentos que já foram estudados pela comunidade científica e apresentaram um bom desempenho nos estudos. Portanto, você tem a total segurança de seguir as nossas dicas e alcançar os resultados desejados.

Antes de mais nada, é válido dizer que a ciência afirma que a forma mais eficiente de se tratar a ansiedade é através de medicamentos receitados por um profissional da área da saúde. Todavia, há formas alternativas, adjuvantes e naturais que você pode utilizar para fugir dos efeitos colaterais que tais remédios podem oferecer.

Devemos também, inicialmente, definir a ansiedade. Ela nada mais é do que um grupo de transtornos mentais que podem ser temporários ou crônicos, incluindo fobia social, transtorno de ansiedade generalizada, ataques de pânico, transtorno de estresse pós-traumático, transtorno obsessivo compulsivo e fobias.

Os sintomas são muitos e variados mas, no geral, incluem inquietação, nervosismo e ideias ruminantes (que se repetem, que não se apagam da mente). Ela também se manifesta como um estado exagerado de preocupação e excitação ante ameaças reais ou imaginárias.

Quando alguém esta ansioso, o cérebro experimenta uma atividade maior na amígdala, que é a área cerebral que controla a resposta a ameaças. Já o córtex pré-frontal, responsável por inibir a reação de medo, se mostra pouco ativo durante esses momentos.

Confira, abaixo, as nossas sugestões de tratamentos e remédios naturais para se utilizar no alívio e no combate dos transtornos de ansiedade.

Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)

linhas da psicologia para ansiedade

A TCC é uma das linhas da psicologia mais recomendadas para o tratamento de fobias, TOC’s e outros transtornos de ansiedade. Ela se mostra mais eficientes que outras linhas como a psicanálise e a Gestalt. A base dela são estratégias de enfrentamentos aos medos, fobias e ansios de modo a modificar a resposta fisiológica perante eles. Isso é feito através de mudanças cognitivas (pensamentos, crenças, emoções e comportamentos).

Ela pode ser realizada de duas formas:

  1. Com o acompanhamento olho no olho do terapeuta (geralmente um profissional formado em psicologia que atua na linha cognitivo-comportamental);
  2. Com o acompanhamento digital do terapeuta, feito pela internet.

A TCC feita digitalmente exige um maior comprometimento do sujeito ao procedimento terapêutico. Caso você entenda que tem dificuldades em se comprometer, é recomendável a busca pela TCC com um profissional físico (olho no olho).

Meditação para Redução da Ansiedade

A moda do momento é o Mindfulness. De fato, a moda só surgiu por conta da eficiência do procedimento em um mundo agitado. O Mindfulness nada mais é do que um modelo de meditação que se baseia na “atenção total” ao que esta ocorrendo no presente. Porém, existem outras formas de meditação como a meditação guiada ou técnicas de respiração que igualmente funcionam para amenizar a ansiedade.

atenção plena

Ela funciona muito bem porque você passa a ser “testemunha” da realidade e não um “juiz” (como ocorre em crises de ansiedade). A ideia da atenção plena é uma concentração maior no que ocorre agora (iniciando pela respiração) de modo que essa consciência se estenda para sensações corporais, pensamentos, memórias, emoções e percepções. Esse procedimento demora algumas sessões para ocorrer, exigindo prática, disciplina e paciência de quem experimenta o procedimento.

mais saudáveis do mundo

Um estudo feito com pessoas saudáveis demonstrou que sessões de vinte minutos de meditação mindfulness foram suficientes para a redução significativa da ansiedade. Ela funciona por potencializar a atenção e o auto-controle das emoções.

Dica
Alguns sites oferecem manuais e guias completos para realizar a meditação em casa.

Yoga

para reduzir a ansiedade

Yoga é um modelo híbrido de exercícios físicos com meditação. Existe um bom conjunto de evidências científicas comprovando que o método oriental é eficiente na redução da ansiedade, do estresse e da melhora do humor.

Em um estudo feito com 300 pessoas, por exemplo, a prática semanal de Yoga reduziu consideravelmente os níveis de ansiedade.

E como ele funciona? A ciência demonstrou que ele melhora a função do eixo HPA, o que aumenta o GABA. Ele também se demonstrou eficiente em reduzir o cortisol, o hormônio responsável pelo estresse a depressão.

Atividades Físicas

na academia

A prática regular de atividades físicas também é comprovada cientificamente como um tratamento natural para depressão, ansiedade e outros distúrbios mentais. Também é conhecido que o sedentarismo (a falta de atividades físicas) esta relacionado diretamente com o aumento de níveis de ansiedade.

Um estudo com um grupo de pessoas que praticavam exercício aeróbico demonstrou ser eficiente no tratamento dos sintomas de diversos transtornos de ansiedade, como a síndrome do pânico e o transtorno de ansiedade generalizada. O mais surpreendente deste estudo é que apenas um exercício já demonstrou os efeitos, sem a necessidade de uma bateria de exercícios diferentes e variados.

A atividade física funciona por conta dos efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes causados no cérebro, além de aumentar os níveis de serotonina (hormônio do bem estar) e diminuir os níveis de cortisol (hormônio do estresse).

Dica
Vinte minutos de caminhada por dia já são o suficiente para experimentar os benefícios da atividade física.

Probióticos para Redução da Ansiedade

Existe uma ligação comprovada entre o seu intestino e a sua função cerebral. Muitos médicos já chamam o intestino de o segundo cérebro. Para você ter uma noção, 90% da serotonina (neurotransmissor do bem estar) é produzida no intestino e não no cérebro. Pessoas portadoras de doenças intestinais costumam relatar altos níveis de ansiedade, estresse e depressão.

Lactobacillus helveticus
Lactobacillus helveticus

Por conta disso, o equilíbrio das bactérias boas (probióticas) e bactérias ruins (patológicas) no intestino pode reduzir os níveis de ansiedade e otimizar os níveis de serotonina. Isso pode ser feito incluindo, na dieta, alimentos ricos em probióticos, como também suplementos de probióticos (recomendados por um nutricionista).

Dica
Veja a nossa receita de como fazer um Kefir (bebida rica em probióticos).

Helioterapia

Ele Regula o Ciclo Circadiano

Helioterapia nada mais é do que o uso dos benefícios do sol. O sol é grátis e, se experimentado corretamente, não possuí efeitos colaterais. Um estudo mostrou que os sintomas da ansiedade pioram durante o inverno. Parte da explicação pode estar relacionada a falta de exposição a luz solar.

O sol age aumentando os níveis de serotonina, regulando o ciclo circadiano (regulando o sono) e aumentando os níveis da vitamina D.

Uma curiosidade é que a primeira enzima de produção de serotonina é o triptofano hidroxilase, que é encontrada na pele humana.

Qual dos tratamentos citados acima você já testou? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *